sábado, 11 de setembro de 2010

Homenagem aos Bombeiros hoje na Praça da Republica.

Faltam-me as respostas Luís !

Existem coisas que nem lembram ao Diabo.


Foi uma criança com bastante sorte com os pais adoptivos que o acolheram, não só a nível sentimental como financeiro. Sempre teve uma vida familiar, social e académica muito boa, aliás muitíssimo boa. Como em todas as famílias existem problemas, pequenas divergências, mas isso faz parte do conceito de família, ou não faz? Ninguém é exemplo para ninguém, porque ninguém é perfeito.
A vida altera-se ao segundo, a vida familiar não foge a essa regra, todos têm o direito de procurar serem felizes, mesmo que isso implique a infelicidade momentânea a outros, todos os caminhos têm pedras, pedras essas que nos oferecem mais caminhos, é preciso ponderação para escolhermos o mais correcto, temos de viver a vida no presente, mas olhar para o futuro e nunca esquecer o passado, ainda para mais quando esse passado nos deu a mão para sermos o que somos hoje.
Eras um exemplo para muitos amigos, os amigos que sabes a que me refiro, não estes últimos que segundo se comenta deixam muito a desejar, mas tu sabes bem separar os verdadeiros amigos dos amigos, eras o orgulho da tua família, eras a principal razão do viver dos teus avós após a separação dos tês pais.
Querias umas férias, toma lá vai de férias, querias um carro, ofereço-te um carro, queres ir estudar para Lisboa, força vai lá e tem juízo.
Tenho frieza necessária para aceitar, como quem diz, para não me chocar com o que possivelmente fizeste, não consigo entender é o teres planeado e ainda teres ido chorar a morte da tua mãe. Porquê Luís?
O que te moveu a isso? Jogo? Dividas? Andavas a ser ameaçado? Que faz o teu carro parado na berma da estrada a caminho de Viseu com um pneu furado? Vieste a pé até casa? Se existem algo mais por trás de isto tudo vai em frente sem medo, fala, se não existe nada mais pede perdão a ti, a todos e a tudo.
Mas aguenta-te forte e firme, tem uma vida longa pela frente, tens os teus amigos verdadeiros cá fora a darem-te força. Não vais poder ser médico, mas vais poder ser homem.

Desabafos...

Quem somos? Para onde vamos? Para onde nos levam?


Esta foi um das semanas mais negras da minha vida, foi um turbilhão de sentimentos e emoções, quase todas negativas, onde as feridas passam mas ficaram para sempre as cicatrizes desta vida desumana.
Começo pelas saudades da minha filha que está de férias com o padrinho, de seguida pelo assassinato de uma médica amiga, poucas horas depois fico a saber que muito possivelmente foi o Luís, um puto maravilhoso, que quinze dias antes tinha-mos estado de férias juntos. Fiquei-lhe com um enorme ódio, senti nojo dele, estive a breves segundos de lhe cuspir na cara. Mas parei para pensar, mas quem sou eu para julgar ou condenar alguém, os amigos não precisam de palmadinhas nas costas nos bons momentos, precisam sim de apoio e compreensão nos maus momentos, mesmo que nunca lhe venha a perdoar, nunca deixará de ser um puto maravilha, que tem um excelente pé esquerdo e sempre um sorriso nos lábios, apesar de tudo Luís, podes contar sempre comigo, nunca te vou virar as costas. Neste momento desejo-te duas coisas, não encubras nada nem ninguém, liberta o teu espírito e salva a tua alma. Não te deixes ir abaixo, vais começar aprender a viver um novo Mundo, como todas as coisas na vida, esse novo Mundo tem vários caminhos, vai pelo conselho dos teus amigos, sim dos teus amigos, se tivesse a oportunidade de ler este texto sabes bem quem são. Vou-te fazer uma exigência, sei que a vais cumprir, sempre foste bem-educado, amável e obediente, porta-te como um Homem, olha para o futuro e reflecte o presente, mas nunca esqueças o passado, nunca esqueças as pessoas que te amam e as estás a fazer sofrer, mas que te querem bem, querem-te ver e poderem dizer és um Homem. Pensa nisso!
Neste mesmo dia que tive conhecimento deste desvio comportamental, sim prefiro chamar-lhe assim, gostem ou não gostem, também não escrevo para gostarem, mas sim para deitar cá para fora toda esta raiva. Tive uma reunião na Escola da minha filha mais velha, para resolver assuntos que não deveriam ter tomado a proporção que tomaram, falhas do sistema, falhas do ser humano, falhas da filha e dos filhos dos outros, para já fica assim, mas este ano estou ainda mais atento e vigilante.
No trabalho, é mais do mesmo, exigir a um, o que à dois anos era feito por três, com agravante da quantidade de trabalho ser menor nessa altura. Cheira-me a não se pensar a médio prazo, ou será mais uns cortes cegos deste desgoverno do Sócrates, para mim “dois em um”, cá vou fazendo até um dia a casa vir abaixo, pena as pessoas não serem responsabilizadas pelos seus actos, depois eu é que sou refilão, é que tenho a mania de pensar à frente. Cá para mim eu estou adiantado 50 anos em relação a este Mundo de merda.
Para acabar a semana "a bater com eles no chão", desculpem a expressão, a minha mãe está neste momento a ser operada de urgência aos intestinos, só quero que tudo esteja a correr bem. Força mãe, já sofres muito, com muita coisa à muitos anos, vais sair mais forte desse hospital, todos nós precisamos de ti, eu preciso muito de ti.
Por hoje chega, vou dar um beijo à minha filha mais velha e vou dormir, estou de rastos física e psicologicamente, mas tinha de vir escrever um pouco para desabafar esta raiva que me consumiu e consome.
Até logo

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

É urgente a sua reparação.

No passeio do lado direito na direcção da Igreja São Bartolomeu, mesmo em frente da Loja Jorge Mendes (loja junto aos marcos do correio) deparamo-nos com um dos rectângulos do passeio uns centímetros abaixo dos outros, conforme pode verificar nas fotografias em cima.
Esta pequena diferença de centímetros pode levar a algumas quedas de quem lá passa e mais preocupante para mim dos idosos da Casa dos Pobres que se “arrastam” por ali.
Numa outra perspectiva, aquela diferença de centímetros pode ser devido a algum problema que exista no ramal da água, já que nesse rectângulo de pedra está inserido uma tampa que dá acesso a uma torneira de segurança que sempre que necessário fazer alguma intervenção serve para fazer o respectivo “corte” da água em certas zonas.
É urgente a sua reparação.

Uma boa solução para a Baixa de Coimbra

Hard Club quer dar novo impulso na dinamização da baixa do Porto.
É DE UM IMPULSO DESTES QUE A BAIXA DE COIMBRA NECESSITA COM URGÊNCIA.
Confira a noticia aqui:

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Novos contadores da água na baixa de Coimbra

Andaram a mudar os contadores do consumo da água em algumas ruas da baixa, mesmo de propósito foi na minha rua. Até ai nada de especial, foi um bom trabalho, que só peca por não ter sido a mais tempo, pois já estavam bastante obsoletos.
Para efectuar a referida troca dos contadores é necessário fechar a torneira de segurança do prédio em causa, até ai nada de especial para quem sabe da arte.
Vamos ao que me leva a fazer mais esta observação, as ditas torneiras de segurança estão colocadas no exterior dos prédios dentro de uma “caixa” em ferro que diz por norma SMASC ou salvo erro Companhia das Águas, como as mesmas só podem ser abertas pelas entidades competentes, já que é necessário uma chave para as abrir, que quase aposto que já não existem, não é que não se vai em modas nem meias modas e simplesmente se partem as referidas “caixas” deixando-as no chão e bem pior que isso não colocam uma nova no lugar onde destruíram a antiga.
Para além da falta de profissionalismo de quem mandou executar a obra, ainda estão a incentivar ao vandalismo, já que qualquer pessoa menos bem formada pode fechar a água do prédio ou simplesmente partir a torneira deixando a mesma horas a fio à espera que chegue o Piquete para reparar o estrago.
Vamos lá a ser razoáveis, pagamos taxa para ter água.

Porque Luis?

( FOTOS DAS BEIRAS ONLINE)
Filho de médica confessa homicídio (actualizada)
“Eugénia Madeira, a médica de 55 anos que ontem foi encontrada morta em casa, na Quinta da Lomba, terá sido assassinada pelo filho adoptivo, apurou o DIÁRIO AS BEIRAS.
Ao que tudo indica, a encenação montada pelo jovem, de 24 anos, estudante do 4º ano de Medicina, incluiu uma corda, pendurada na varanda, e o remexer do interior da casa, de forma a simular um hipotético assalto.
Em comunicado, emitido esta manhã, a Polícia Judiciária, através da Directoria do Centro, dá conta de que “identificou e deteve um homem, solteiro, estudante universitário, presumível autor de um crime de homicídio qualificado. O crime foi perpetrado com recurso a uma arma branca, tendo os factos ocorrido na madrugada de ontem na cidade de Coimbra”.
Luís Filipe Madeira Castanheira é um bom aluno da Faculdade de Medicina e ainda tinha tempo para se dedicar ao futebol, tendo começado a praticar futsal, como federado, na equipa da terra natal da mãe, União Popular de Chelo, concelho de Penacova. Transitou depois para a secção de futebol da AAC, onde se mantém até hoje, integrando, de resto, o plantel que disputa a Divisão de Honra da Associação de Futebol de Coimbra. Pelo meio, teve também uma passagem pela equipa de futsal da PRODECO, em Covões, Cantanhede.
http://www.asbeiras.pt/
Este tipo de notícias para alem de triste que deixa toda a gente, demonstra a falta de respeito que se tem pela vida hoje em dia. Seja qual for o motivo, nada justifica tirar a vida a outra pessoa, ainda para mais a uma mãe, que mesmo não sendo a mãe biológica, eu posso afirmar que sempre lhe deu” excesso” de amor, carinho, uma vida muito boa, não é justo o que o Luís fez. Bolas Luís! Que se passou na tua cabeça?

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Já tinha dado a noticia em 30-8-2010

Pode confirmar a noticia aqui:
Foram as cebolas ficaram as pedras.

Hoje li uma noticia no Diário de Coimbra, acerca do amontoado de pedras que se encontram na Praça Velha desde o ultimo dia da Feira das Cebolas. Esta noticia veio a publico através da denuncia de um comerciante, e fez muito bem, pois o envolvimento de todos e a critica construtiva é de louvar, a denuncia deste caso e de semelhantes é um dever cívico de todos.
A autarquia continua a "dormir" ou a fazer que dorme em relação à Baixa da cidade, aquele amontoado de pedras para além de estar ali à imenso tempo, de provocar poluição visual, pode levar a actos de vandalismo.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Esta não vai para o Céu...

video
Este tipo de gravações pode ser ilegal mas ajuda a compreender muita coisa.

Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

Centro Interpretativo do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha
Vamos pela primeira vez abrir espaços seguramente desconhecidos pelos Públicos onde se sustenta todo o trabalho desenvolvido no campo da investigação, o qual permitiu, através dos seus resultados, dar a conhecer a História e as Histórias deste conjunto monástico, através dos diversos conteúdos disponíveis no Centro Interpretativo e já vistos por cerca de 70 000 visitantes.
Aos interessados, vamos deambular pelos "territórios"...onde se produz saber, vamos conhecer os trabalhos que decorrem nas áreas da investigação arqueológica e da conservação, um olhar sobre as metodologias, percursos, práticas, equipamentos, no fundo permitir o acesso a este Universo também de curiosidades.
Os miúdos e os graúdos, serão guiados por áreas de intervenção muitas vezes ausentes das salas de exposição mas que só elas permitem construir projectos como o de Santa Clara-a-Velha.
Todas as quintas feiras, a partir do dia 8 de Setembro, às 11 horas e com marcação prévia e com limitação de participantes, cá estaremos para os receber e entrar neste novo mundo que seguramente será do interesse de todos.
Entretanto e Horta Monástica está à vossa espera.
Hora: Quinta-feira • 11:00 – 12:30

HOJE FAZ ANOS O NOSSO PRIMEIRO, que prenda lhe querem oferecer ?

Eu ofereço um par de patins e uns tomates recheados ...

domingo, 5 de setembro de 2010

SE MANDASSE A LEI MUDAVA HOJE

( Foto da Web)

O texto que vou publicar abaixo é de alguem que deitou cá para fora toda a raiva e injustiça que sente, aposto que o sentimento é comum a milhares de portugueses.

É assim:



Sem acusar, apenas reflectir sobre o caso mediático da Casa Pia. Foi um azar tremendo o empate da selecção de Portugal contra o Chipre, retirando aos arguidos, condenados a penas de prisão, a importância de vociferar nos órgãos de comunicação social impropérios, que alguns entendem ter, contando com a colaboração dos seus advogados, que nalguns casos, demonstraram a sua Incompetência em conseguirem a total absolvição e acusando, porque desta vez interessa aos seus bolsos e ao seu nome profissional, que os tribunais agissem com má fé.
De qualquer forma, e de acordo com a Presunção da Inocência, os arguidos são CULPADOS, declarados pelo Tribunal.
Assim, como pretensos criminosos, até prova em contrário e em definitivo, não têm o direito de dar entrevistas e muito menos de acusar seja quem for, e da forma inadmissível como alguns o fizeram.
O “report” para o passado antes do 25 de Abril de 74 e a semelhança de atitude em comparação com a antiga PIDE por parte de um dos réus, para além de infantil, sugere-me um rebater de opinião, dizendo que, nesse tempo, se em vez de oficiais de pacotilha a liderar os actuais processos criminais contra o Estado, porque violar as crianças a quem o Estado Português é fiel depositário da sua segurança, é crime, tivesse os tais agentes Pidescos, o senhor Carlos Cruz não dava entrevistas, não falava, a não ser para confessar até o que não fizera se caso fosse preciso.
Mas o que assisti é a Sublimação da Desavergonhice de um país que permite que criminosos saiam pelo seu pé e ainda insultem magistrados em pleno tribunal, e depois se dirijam para hotéis de 5 estrelas para falar, quando deviam estar calados, esperar os recursos e depois, se a culpa não fosse provada, falariam da sua justiça.
Não estávamos perante mera violação de menores, antes perante um crime contra o Estado Português, contra crianças que, o próprio povo encarregou esse mesmo Estado de as proteger e de as tornar Homens no futuro, pagando a sua protecção e educação com impostos, reconhecendo nele capacidade para o fazer.
Foi contra os portugueses que o crime foi cometido; contra os nossos filhos, contra parte do nosso futuro, contra a nossa continuidade como espécie.
A pedofilia é um crime que lesa a humanidade, e atenta contra a continuidade da preservação equilibrada e saudável da espécie humana. Este tipo de crime é intemporal, não deve nem pode, de acordo com a essência da vítima, ser catalogado faseado ou atenuado. Só existe uma pena, e terá de ser a máxima, tendo em conta que foi extinta a pena capital.
Se acaso estes arguidos, réus julgados e condenados, com privilégios inconcebíveis, são inocentes, então que o País saiba da sua inocência, e termine o processo com as tais indemnizações que acabam por beneficiar os criminoso, quando a Justiça não se faz ou prescreve intencionalmente o prazo.
Se são culpados, então as conferências de imprensa seriam, se acaso os tais Pidescos andassem por aí, em S Nicolau no Tarrafal, ou num forte qualquer em que o acesso só fosse feito por mar ou ar.
O que se passou, mostrou aos portugueses, que afinal o Direito é mesmo uma batata, que de Ciência só tem a vaidade daqueles que estão na área, porque apenas se trata de um bom negócio de Conveniência, em que as leis são manuseadas para que as conclusões se façam de acordo com interesses disfarçados e por vezes ignóbeis.
Muito há que fazer nesta matéria, agravado pelo facto que, depois do tal 25 de Abril a mediocridade assumiu o comando e estropiou a decência. Vivemos num mundo da corrupção, da vigarice intelectual, do mundanismo da besoguice, em que mentecaptos que aproveitaram a passividade dos seus concidadãos assaltaram o poder.
Por isso, talvez aos arguidos, fosse interessante perceberem que, só andam por aí, porque neste país se prende por roubar uma maçã para comer, por se ter fome, e deixa solto a escória disfarçada que mata os sonhos das crianças, que os viola.
Qualquer daquelas crianças podia ser um de nós, inclusive os próprios criminosos. Elas mereciam, no mínimo, que as respeitasse só pelo facto de não se poderem defender.A prisão para este tipo de crime é pouco e só serve os interesses mediáticos e dos advogados.
Os cúmplices de criminosos são criminosos e devem ser igualmente punidos – e não se esqueçam disto, os senhores advogados de defesa, agora que já sabem, porque o tribunal julgou e condenou porque deu como provada a culpa do crime, que estão a defender conscientemente culpados.
O ditado neste caso deve ser ajustado: Diz-me com quem andas, dir-te-ei quanto ganhas...



Festival de Dança em Coimbra

Telmo Melo irá apresentar o festival de Dança em Coimbra, como todos os anos se concretiza naquela sala de espectáculos lindíssima ao ar livre... Neste espectáculo estarão grupos da FIGUEIRA DA FOZ, GOIS, ALENTEJO E COIMBRA... esperamos por si! O IMPOSSIVEL irá Tornar-se na REALIDADE!
Na Praça Velha

Dia 11-8-2010
Pelas 21horas

Assembleia de Freguesia São Bartolomeu



Este mês de Setembro vai-se realizar mais uma Assembleia Ordinária de Freguesia na Sede da Junta, em data oportuna informarei o dia e hora. Lanço o desafio desde já a todos os moradores, comerciantes e frequentadores das ruas da Freguesia São Bartolomeu a estarem presentes e apresentarem as suas propostas, reclamações e se fazerem ouvir na primeira pessoa. Com a participação activa de todos conseguiremos fazer mais e melhor.

Apareçam e tragam ideias, também as podem deixar aqui no blogue o que não impede a vossa importante participação na Assembleia.