sábado, 26 de junho de 2010

Dois para um. É esta a relação de forças entre PSD e PS

"Dois para um. É esta a relação de forças entre PSD e PS, com o partido de Pedro Passos Coelho a ter em Junho 47,7% das intenções de voto (mais quatro pontos percentuais do que em Maio) e o PS a cair dos 27,6% no último mês, para 24,1% em Junho. Pela primeira vez desde que José Sócrates é líder dos socialistas, um dos dois principais partidos políticos vale metade dos votos do seu principal adversário.

Mas é já a terceira vez consecutiva que o barómetro da Marktest para o Diário Económico e TSF aponta para um reforço das intenções de voto no PSD e uma queda dos socialistas, ou seja, desde a chegada de Passos Coelho à liderança. Caso este resultado fosse validado em urnas, o PSD obteria a maioria absoluta sem necessidade de coligações e o PS regressaria a um resultado ao nível do obtido em 1987 (22%), quando Cavaco Silva alcançou a sua primeira maioria absoluta.
Ainda assim, o nível de indecisos desta sondagem (41,8%) deixa, na opinião de André Freire, tudo em aberto: "Apesar de este estudo consolidar a tendência de subida do PSD e a queda do PS, se juntarmos aos indecisos a abstenção [4%] e os votos brancos e nulos [6%] tudo pode acontecer". O professor do Instituto de Ciências Sociais acrescenta, no entanto, que "a disponibilidade de Passos Coelho para colaborar com o Governo sem assumir o ónus das medidas difíceis está a beneficiá-lo".
A minha opinião a esta sondagem resume-se ao seguinte:
É com imensa tristeza que vejo pessoas alegres com estas sondagens, será que o povo é assim tão ignorante? Será que ainda não viram que só mudam as caras? PS ou PSD é tudo a mesma tralha, CDS, BE, e PCP esses fazem politica na base da bimbalhada, neste mísero país não há políticos há tachistas e o resto são cantigas, parece que a memória deste povo é muito curta, já não se lembram porquê que o Cavaco abandonou a trupe quando era primeiro-ministro?

O Guterres fez a mesma coisa, embora esse também saltasse fora porque é a incompetência em pessoa, a seguir foi a vez do Durão viu um tacho maior e mandou o país a fava, seguiu-se o Santana e o Portas, fizeram a política da RAVE, e a corrupção também imperou basta vermos o caso dos submarinos, da Portucale, da Moderna e outros, seguiu-se o actual Sócrates o malabarista, espero que se lembrem das avarias dele. Basta ver as fortunas que muitos fizeram na política. Enfim este povo continua a viver na ignorância total, e acreditam que as eleições mudam alguma coisa, FRANCAMENTE! SERÁ QUE ESTE POVO NÃO VÊ QUE SE TODOS POLITICOS FOSSEM DESMANTELADOS, E DELES RETIRASSEM AS PESSAS SEM DEFEITOS E AUSENTES DE VICIOS, PARA CONSTRUIR UM UNICO POLITICO CAPAZ, FICARIAM A FALTAR PEÇAS?
Estou completamente de acordo com todos os que crêem que uma solução não passa por nenhum dos partidos do habitual "círculo de poder".
Só um novo movimento, nascido da sociedade civil, construído de raiz por todos nós, saberá reunir os consensos que viabilizem uma saída verdadeiramente democrática e duradoura.
Não se trata de demagogia ou irrealismo.
Só depende da vontade, trabalho, e capacidade de organização de todos. Se queremos realmente ser donos do nosso destino, teremos de ser nós a promover a mudança. Contem comigo

quinta-feira, 24 de junho de 2010

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O carácter internacionalista do povo Português!

Se tem um problema intrincado - Vê-se grego


Se não compreende alguma coisa - "Aquilo"  é chinês

Se trabalha de manhã à noite - Trabalha como um mouro

Se vê uma invenção moderna - É uma americanice

Se alguém fala muito depressa - Fala como um espanhol

Se alguém vive com luxo - Vive à grande e à francesa

Se alguém quer causar boa impressão - É só para inglês ver

Se alguém tenta regatear um preço - É pior que um cigano

Se alguém é agarrado ao dinheiro - É pior que um judeu

Se vê alguém a divertir-se - Está a gozar que nem um preto

Se vê alguém com um fato claro vestido - Parece um brasileiro

Se vê uma loura alta e boa - Parece uma autêntica sueca

Se quer um café curtinho - Pede uma italiana

Se vê horários serem cumpridos - Trata-se de pontualidade britânica

Se vê um militar bem fardado - Parece um soldado alemão

Se uma máquina funciona bem - É como um relógio suíço

Mas quando alguma coisa corre mal - É "à PORTUGUESA"

Quando crescer quero ir para a RTP

(Foto da Web)
Notícia de hoje (18Jul10) nos noticiários televisivos das 20h00: RTP deve à Banca 800 milhões de euros e o Estado (todos nós) vai assumir esta dívida aumentando assim a dívida pública de igual montante; lá vão "melhorar" as contas públicas nuns milhões...
Isto é que é boa gestão!!!
Se não vejam:
Como é que este pobre País não há-de estar a caminho da bancarrota!?
Salários mensais:
Judite de Sousa (14.720 euros)
José Alberto de Carvalho (15.999 euros) e
José Rodrigues dos Santos (14.644 euros), o dobro do que recebe o primeiro-ministro José Sócrates e muito mais que o Presidente da República.
José Alberto Carvalho tem como vencimento ilíquido e sem contar com as ajudas de custos a quantia de 15.999 euros por mês, como director de informação.
A directora-adjunta. Judite de Sousa, 14.720 euros.
José Rodrigues dos Santos recebe como pivôt 14.644 euros por mês.
O director-adjunto do Porto, Carlos Daniel aufere 10.188 euros brutos, remunerações estas que não contemplam ajudas de custo, viaturas Audi de serviço e mais o cartão de combustíveis Frota Galp.
De salientar que o Presidente da República recebe mensalmente o salário ilíquido de 10.381 euros e o primeiro-ministro José Sócrates recebe 7.786 euros
Outros escândalos:
Director de Programas, José Fragoso: 12.836 euros
Directora de Produção, Maria José Nunes: 10.594
Pivôt João Adelino Faria: 9.736
Director Financeiro, Teixeira de Bastos: 8.500
Director de Compras, Pedro Reis: 5.200
Director do Gabinete Institucional (?), Afonso Rato: 4.000
Paulo Dentinho, jornalista: 5.330
Rosa Veloso, jornalista: 3.984
Ana Gaivotas, relações públicas: 3.984
Rui Lagartinho, repórter: 2.530
Rui Lopes da Silva, jornalista: 1900
Isabel Damásio, jornalista: 2.450
Patrícia Galo, jornalista: 2.846
Maria João Gama, RTP Memória: 2.350
Ana Fischer, ex-directora do pessoal: 5.800
Margarida Neves de Sousa, jornalista: 2.393
Hélder Conduto, jornalista: 4.000
Ana Ribeiro, jornalista: 2.950
Marisa Garrido, directora de pessoal: 7.300
Jacinto Godinho, jornalista: 4.100
Patrícia Lucas, jornalista: 2.100
Anabela Saint-Maurice: 2.800
Jaime Fernandes, assessor da direcção: 6.162
João Tomé de Carvalho, pivôt: 3.550
António Simas, director de meios: 6.200
Alexandre Simas, jornalista nos Açores: 4.800
António Esteves Martins, jornalista em Bruxelas: 2.986 (sem ajudas)
Margarida Metelo, jornalista: 3.200

terça-feira, 22 de junho de 2010

PSD quer riscar Saúde e Educação gratuitas da Constituição

( Foto da Web)
No dia em que isso acontecer deixo de ser português.

Um país dever ter educação e saúde tendencialmente gratuita para garantir igualdade de oportunidades.
No dia em que isso acontecer os impostos devem ser reduzidos para 0% porque não é preciso estado para nada.

domingo, 20 de junho de 2010

Saramago não foi um traidor

(Imagem da Web)
Meus caros, estou triste pela forma como reagimos a Saramago, era português, fugiu daqui por já não aguentar o nosso miserável país, deixem lá homenagear o Homem afinal ele escrevia em português, não concordava com aquilo que via no nosso país como eu também não concordo e só não vou para outro país escrever porque o não sei fazer como ele o fazia. Agora o nosso Presidente da Republica deve estar presente, afinal foi por causa de um Ministro dele, na altura que era Primeiro-Ministro, que Saramago foi para Espanha.
Por acaso não sabem que em Espanha o I.V.A. é 5% mais baixo? E, que os GOVERNANTES QUE SAQUEIAM O POVO, vão para a PRISÃO? Daí o único erro foi ter acontecido em 1640 o que aconteceu!.... Havia menos pobres e menos filhos de má mãe a governar esta nossa terra que estava bem como estava...Não deixou por isso de ser patriota SARAMAGO, nem eu.

DETIDO ALEGADO AUTOR DE FOGO POSTO

"Os Bombeiros de Penacova foram ontem chamados para quatro focos de incêndio, alegadamente ateados por um individuo de 30 anos, que se deslocava a pé, em direcção a Coimbra, pela estrada que liga as localidades de Aveleira e Carapinheira.
O presumivel incendiário foi apanhado por populares e, posteriormente, entregue à GNR que se encontrva no local. Devido a ferimentos alegadamente provocados pela população, o homem foi transportado pelos Bombeiros de Penacova aos HUC.
Os Bombeiros de Penacova, para além da Ambulância, compareceram com 20 Elementos apoiados por 5 veículos de combate a incêndios. Os Bombeiros de Brasfemes e de Coimbra deslocaram-se também ao local. "