terça-feira, 8 de agosto de 2017

Penacova : AVANÇAMOS !


É com grande honra que integro a lista candidata à Assembleia Municipal de Penacova nas próximas Eleições Autárquicas.

A oportunidade de poder contribuir com o meu trabalho e dedicação para a valorização de Penacova, são um apelo que abraço pleno de crença, integrando a equipa do Partido Socialista, encabeçado pelo amigo e camarada Pedro Coimbra.
Acredito num concelho de olhos postos no futuro, valorizando as suas gentes e a sua história, empenhado com os valores da justiça social e da igualdade de oportunidades para todos sem exceção. 
Os próximos 4 anos serão de novas competências para o poder local, desafios sociais complexos, mas a mesma ambição de sempre, de valorizar e projetar cada freguesia, para assim o concelho de Penacova ter o melhor no futuro. 
Numa de muitas conversas, Pedro Coimbra disse-me: “...comigo todas as pessoas contam de igual modo, só se consegue algo com o empenho de todos!" Creio ser a frase que melhor substancia o vibrar deste projeto, liderado por quem, profundamente, conhece Penacova e as suas gentes. 
AVANÇAMOS para este novo desafio de projetar ainda mais Penacova, um concelho de e com futuro, comprometido com todas as gerações.
É esta a minha ambição: de contribuir com trabalho, dedicação para ajudar transformar o nosso concelho de Penacova, de olhos colocados no futuro, com fundamento e com alma.

AVANÇAMOS

Jorge Neves

Chelo

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Um acautelado à navegação …


O meu perfil e página do facebook são pessoais, as minhas publicações, comentários e opiniões como não podiam deixar de ser também são unicamente pessoais.
Agradeço desde já que não façam nenhuma amálgama com outros fins e muito menos com fins políticos. Eu só respondo unicamente por mim como cidadão, não faço protecção seja a quem for.
Tenho a plena consciência que existe quem me reverencia e quem me abomina principalmente a nível politico. Sejam adultos e minimamente inteligentes para saberem separar as minhas opiniões pessoais enquanto simples cidadão e as minhas opiniões quando represento alguma instituição.
Não deixarei nunca que amalgamem as duas situações, porque ai sim se o fizerem ou tentarem fazer, saberei proteger as pessoas de que gosto, confio e tenho o prazer de acompanhar.


Avançamos!

terça-feira, 20 de junho de 2017

Saneamento em Chelo e Chelinho

Quando vim residir para Chelo há cerca de 20 anos, diziam que existia um protejo já aprovado e fundos comunitários.


Afinal não havia nada de nada.

Podem consultar aqui:




Construção e Remodelação da Rede Águas Freg. Lorvão e Const. Rem. Rede Saneamento Freg. de Lorvão / CHELO E CHELINHO

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Avançamos ! Desabafo da Alma para acalmar as memórias alquebradas por terras de Penacova!

Desabafo da Alma para acalmar as memórias alquebradas por terras de Penacova!

O prometido é devido e como anunciei ontem aqui deixo o meu Desabafo da Alma para memória futura.

Está tudo bem por Penacova? Não, não está? Está tudo feito? Não, não está?
Havia Escola de Artes em 2009? Não, não havia! Havia incentivo à natalidade? Não, não havia! Havia Centro de Trail? Não, não havia! Havia Centro de BTT? Não, não havia! Havia o Cartaz Cultural que existe hoje todos, repito, todos os meses do ano? Não, não existia! Havia o número de visitantes no Mosteiro de Lorvão que há agora? Não, não havia! Aliás, enquanto outros monumentos eram divulgados na A1, o nosso monumento mais relevante nem isso merecia. Hoje felizmente já se passa por essa placa com orgulho.
Em 2008 tínhamos 6 Clubes/associações com actividade federada. Sim leram bem? Tínhamos 6 e á data de hoje temos 19.
 Em 2008 o nosso Concelho tinha cerca de 280 atletas federados. Hoje temos cerca de 900. Dos 280 de 2008 não havia uma única atleta feminina federada. Zero! Hoje existem no Concelho mais de 200 Senhoras/meninas a praticar modalidades federadas.
Atrás falei na Escola de Artes. Pois bem. Foi criada, repito criada em 2013 e no início registou 60 inscrições. Sabem quantos inscritos tem hoje? Mais de 300. Essas 300 pessoas, provavelmente teriam que se deslocar para outros pontos do país para frequentarem as aulas.
Falei atrás do incentivo à natalidade não falei? Pois bem, saberão vocês que o Município investe anualmente nesse programa 250 mil euros? Sabem para onde vão esses 250 mil euros? Para o comércio local, dado que as despesas só são validadas se os produtos/serviços para as crianças forem adquiridos no Concelho de Penacova. Quem ganha com isso? Fácil: Farmácias, sapatarias, pronto-a-vestir, supermercados, etc.
Havia o movimento associativo que existe hoje em dia? Havia a criação de grupos e colectividades como hoje aparecem? Os clubes e associações eram apoiados como são hoje?
Havia alguma praia com Bandeira Azul, havendo hoje duas?
Havia capacidade de fazer alguma coisa em 2009 com um passivo de 5 milhões quando hoje são apenas cerca de 800 mil?
Havia 4 programas diferentes para apoio a idosos e ou crianças?
Havia títulos nas mais variadas modalidades como aparecem hoje, mês sim, mês sim?
Havia capacidade de dar a voz aos cidadãos como se dá hoje através do Orçamento Participativo?
Se o vosso filho quisesse praticar Judo, Natação de Competição ou Basquete para onde iria? Para Coimbra. Hoje tem isso cá.
Se a vossa filha quisesse ser atriz ou dançar ballet para onde iria? Para Coimbra. Hoje tem isso cá.
E se você quisesse perder uns quilinhos antes do verão ia para um Ginásio, onde? Para Coimbra. Hoje tem isso cá.
E se quisesse assistir a eventos de carácter Nacional onde iria? Já sabemos, por cá, guardava aquelas duas datas do ano para ver o Triatlo e o Festitradições. Hoje, pode escolher entre a mais variada oferta. Eventos desportivos, Teatro, Ópera, etc. Eventos que movimentam centenas, milhares de pessoas, muitas vezes com direito a divulgação na televisão e rádio. Antigamente as noticia que iam de Penacova era tão só os acidentes no IP3. Hoje temos orgulho de ver as noticias que vão daqui.
E diga lá que não tinha inveja de olhar para os Concelhos vizinhos e ver os cartazes todos os anos das mais variadas festas municipais. Hoje tem isso à “sua porta” sem ter que se deslocar.
Mas já que o tema do momento é o tribunal, sabe onde iria resolver os seus problemas caso o PSD fosse poder? A Coimbra, pois. Já não teria isso cá.
Poderia dar aqui mais 20 ou 30 exemplos, mas é nisto que as pessoas terão que pensar. Coloquem os dois pratos na balança e enxerguem o que querem para si e para os seus filhos e netos. Perguntem a vocês próprios, perguntem à vossa consciência se querem a continuidade da evolução ou se querem voltar a regredir 30 anos e voltar a sentir inveja dos Concelhos vizinhos. Concelhos que hoje em dia já se “alimentam” dos exemplos do nosso Concelho de Penacova quando antigamente por aqui, só se tentava copiar o que outros faziam sem qualquer rasgo de visão futura ou capacidade de inovar e arriscar.
E são esses. Sim, são os mesmos que foram poder e tiveram cargos de vereador executivos ou não executivos, que depois nem integraram as listas pelo seu próprio partido, que agora brotam, qual D. Sebastião, a prometer tudo e mais alguma coisa. A prometer o que nunca conseguiram por em prática quando lhes foi dada essa oportunidade. Será que merecem uma segunda oportunidade? Na minha opinião não.


 Cada um agora que pense.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Sónia Marques Carvão - No Mosteiro do Vale do Silêncio


Sónia Marques Carvão apresenta no próximo dia 17 de Junho pelas 15h30 na escadaria do Mosteiro de Lorvão um romance histórico “ No Mosteiro do Vale do Silencio “ ficcionado sobre os beneditinos que estiveram no Mosteiro de Lorvão no século XII. Um romance com humor, filosofia e história. Acessível a todos tal e qual o livro das Aves copiado por estes monges neste Mosteiro. 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Penacova : andam por ai a palrar aos ouvidos...

Fotografia retirada da Web 

Desabafo da alma para clarificar o que algumas pessoas andam por ai a palrar aos ouvidos para tentarem definhar as consciências.
Temos pena contra fatos não existem argumentos!
Para que se conste e fique para memória futura, o Humberto Oliveira quando tomou posse como Presidente da Câmara no mês de Outubro do ano de 2009 encontrou as contas da Câmara Municipal com uma divida a rondar os 5 Milhões de Euros, repito, uma divida a rondar os 5 Milhões de Euros.
Só no ano de 2016 a divida a terceiros baixou mais de 20% e em Janeiro de 2017 a divida da Câmara Municipal de Penacova ronda os 800 mil Euros.
Para quem anda ai a tentar palrar números diferentes sobre a divida da Câmara Municipal de Penacova tem a oportunidade de aqui contrariar estes números.

segunda-feira, 8 de maio de 2017

São Bartolomeu - Coimbra

Há muito que ando para escrever sobre a União de Freguesias de Coimbra (Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu) mas para que não me interpretem mal, e muito menos para meter em contratempo que antigamente defendia as suas freguesias e agora assobia para o lado, tenho estado sossegado, mas como até os limites têm limites aqui vai o que penso e defendo.
Antes de se olhar para a União das 4 freguesias como uma única freguesia é preciso observar cada uma das quatro porque têm características muito diferentes uma das outras, e quem assim o não fizer vai estar pura e simplesmente a abandonar o que de bom se fez, o que se pode fazer para melhorar a qualidade de vida das pessoas. Muito sinceramente estes últimos quatro anos foram quase de completo abandono, de ignorar o que de bom se fazia, pior que abandonar é simplesmente não fazer nada de nada. Este sentimento é partilhado por uma grande maioria de fregueses das quatro freguesias.
Voltando ao que me levou a escrever, defendo que cada uma das antigas freguesias deve ter um projeto autónomo adequado á sua realidade e existir um projeto mais alargado que seja comum às quatro freguesias.  
No caso concreto de São Bartolomeu que pode e deve ser alargado á parte da baixa que pertence a Santa Cruz e a uma parte de Almedina é urgente um "projecto" que de vida ao Centro Histórico de Coimbra, aproveitando a capacidade das pessoas, das coletividades associações onde cada pessoa tem o seu papel, a sua importância, a sua identidade e a sua responsabilidade.
Acelerar a recuperação do Centro Histórico como espaço habitacional de excelência de estudantes e jovens, animação cultural primando pela qualidade e diversidade do espaço de lazer devidamente enquadrado com os habitantes, através;
- Revitalização do espaço central de comércio e serviços da cidade
- Reorganização do estacionamento
- Concursos inter- ruas com prémio monetário e isenção de Licenças Camarárias, para os estabelecimentos comerciais que no decorrer do ano apresentem o maior empenho e criatividade a nível de montras.
- Pintar fachadas dos prédios incluindo os degradados e revestir as montras das lojas abandonadas ou encerradas.
- Acabar com as barreiras arquitetónicas que impedem deficientes motores e visuais no seu dia-a-dia
- Voltar a realizar a Feira de Artesanato e Sabores Tradicionais na Praça Velha/Comércio
- Rebaptizar a Praça Velha/Comércio para Praça São Bartolomeu
 - Promoção de encontros entre a população mais jovem e idosa

- Promover a venda de artesanato na Praça Velha/comércio em tendas apropriadas em vez da venda ambulante que se pratica atualmente.